Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘RELIGIÃO’ Category

Muitos fizeram comércio de ilusões

e falsos milagres, enganando os ignorantes

Leonardo Da Vinci

A Última Ceia de Leonardo da Vinci. 1495-1498.

Leonardo da Vinci era um dos guardiães do segredo do Santo Graal e escondia as pistas em suas artes, como foi revelado por Dan Brown em seu livro O Código da Vinci lançado em 2004. “Cegante ignorância nos ilude. Ó miseráveis mortais, abri os olhos!”, disse Leonardo Da Vinci tentando alertar os demais sobre as mentiras que os rodeavam. E Vale lembrar que os sentimentos de Leonardo da Vinci se relacionam diretamente com o Santo Graal. A Última Ceia consiste na chave para todo o mistério do Santo Graal. Todavia, o presente texto tem como principal objetivo mostrar as origens do Cristianismo e a verdadeira história da Bíblia. Deixarei a fascinante história do Santo Graal para outro post. (mais…)

Read Full Post »

Três Reis Magos seguindo a Estrela. St. Albans Psalter. 1140. Artista desconhecido.

A Estrela de Belém que guiou os três reis Magos até o local do nascimento de Cristo pode não passar de mais uma história mitológica, em que a aparição de uma nova estrela representava o nascimento de um novo Avatar. A mesma história se repete com o nascimento de Buda, Confúcio, Sócrates, Esculápio, Baco, Rômulo, dentre várias outras divindades. Convém relembrar alguns acontecimentos, que são citados abaixo. (mais…)

Read Full Post »

Dance. Henri Matisse. 1910.

“Se Deus não existe, tudo é permitido”, afirma o escritor russo Fiódor Dostoiévski no livro Os Irmãos Karamazov (1879). Vale dizer que esta frase é freqüentemente citada em relação à obra mencionada acima, resumindo de forma genérica o que o autor quis dizer em um trecho do livro onde narram a respeito de um artigo que o personagem Ivan Karamazov acaba de publicar em uma revista:

… ele (Ivan Fiodorovitch Karamazov) declarou em tom solene que em toda a face da terra não existe absolutamente nada que obrigue os homens a amarem seus semelhantes, que essa lei da natureza, que reza que o homem ame a humanidade, não existe em absoluto e que, se até hoje existiu o amor na Terra, este não se deveu a lei natural, mas tão-só ao fato de que os homens acreditavam na própria imortalidade. Ivan Fiodorovitch acrescentou, entre parênteses, que é nisso que consiste toda a lei natural, de sorte que, destruindo-se nos homens a fé em sua imortalidade, neles se exaure de imediato não só o amor como também toda e qualquer força para que continue a vida no mundo. E mais: então não haverá mais nada amoral, tudo será permitido, até a antropofagia. Mas isso ainda é pouco, ele concluiu afirmando que, para cada indivíduo particular, por exemplo, como nós aqui, que não acredita em Deus nem na própria imortalidade, a lei moral da natureza deve ser imediatamente convertida no oposto total da lei religiosa anterior, e que o egoísmo, chegando até ao crime, não só deve ser permitido ao homem, mas até mesmo reconhecido como a saída indispensável, a mais racional e quase a mais nobre para a situação. (mais…)

Read Full Post »

O Deus de Michaelangelo – criando o Sol e a Lua. Capela Sistina. 1508-1512.

A famosa pintura de Deus de Michelangelo na Capela Sistina corresponde à imagem de Deus para a maioria dos ocidentais, que serve como um exemplo de caráter para muita gente: o rosto da pintura transmite certa bravura e autoridade; o cabelo grisalho denuncia a idade, refletindo a sabedoria; e em oposição, o corpo é musculoso e saudável. Tais atributos resultam em um homem ideal para governar os céus e a Terra.

(mais…)

Read Full Post »

God appearing to St Mary Magdalen and St Catherine of Siena – 1508. Fra Bartolommeo della Porta

O homem, à medida que sofria mutações e seu cérebro ficava maior, foi aumentando seu nível intelectual e aos poucos foi realizando seus traços culturais. Convém mencionar que um dos primeiros feitos culturais foi uso de ferramentas, a domesticação do fogo e a construção de moradias. (mais…)

Read Full Post »

Tão sombria a traição dos homens

A persistência da Igreja atual ocorre através de sua dominação universal utilizando valores éticos religiosos falsos e, em especial, masculinos. (mais…)

Read Full Post »

O cara que colocava chifres com os dedos em V atrás da cabeça de um colega querendo fazer graça ao tirar uma foto, não tem idéia da origem de tal ato, sendo que não sabe que a brincadeira é na verdade uma indicação da forte contagem de espermatozóides de sua vítima. Convém voltar na história e citar sua origem, Baphomet, deus pagão da fertilidade. (mais…)

Read Full Post »

Older Posts »